Profissional
País

DESINFEÇÃO UV-C

A COVID-19 LANÇA UMA NOVA LUZ SOBRE A TECNOLOGIA

Graças às suas propriedades desinfetantes, a radiação UV-C é verdadeiramente polivalente. As lâmpadas UV-C podem ser utilizadas para desinfetar água, ar e superfícies. Até agora, a utilização deste tipo de lâmpada estava limitado a algumas indústrias, mas a procura aumentou exponencialmente em todos os setores a nível global desde o surto da pandemia da COVID-19. Saiba mais sobre as características únicas que, de um momento para o outro, colocaram a tecnologia UV-C sob a luz dos holofotes globais.

O EFFEITO DA RADIAÇÃO UV-C : UMA INTRODUÇÃO

A radiação eletromagnética é caraterizada por um comprimento de onda específico. Quando comparada à luz visível, a radiação ultravioleta (radiação UV, na forma abreviada), tem um comprimento de onda significativamente inferior. Consoante o tipo de radiação UV, pode situar-se entre 10 e 400 nanómetros. A radiação UV divide-se em quatro gamas, consoante o seu comprimento de onda:

  • UV-A: a radiação UV-A tem um comprimento de onda entre 315 e 400 nanómetros. A luz pode fazer com que algumas substâncias fiquem fluorescentes. Graças a esta capacidade, as lâmpadas UV-A têm uma longa tradição de utilização no setor do entretenimento, mas são também utilizadas para aplicações forenses, por exemplo, para imprimir notas bancárias com marcas de segurança. As lâmpadas UV-A podem ser produzidas de forma simples e económica.
  • UV-B: a radiação UV-B tem um comprimento de onda entre 280 e 315 nanómetros. As lâmpadas que emitem luz nesta gama são muito apreciadas pelos entusiastas do bronzeado em particular. As lâmpadas UV-B conseguem bronzear a pele humana e são, por isso, muito utilizadas em salões de bronzeamento. Além disso, são utilizadas em aplicações médicas, por exemplo, no tratamento da psoríase.
  • UV-C: a radiação UV-C com um comprimento de onda entre 100 e 280 nanómetros é classificada como radiação UV-C. A radição UV-C tem uma propriedade excecional: A radiação UV-C é muito rica em energia e, portanto, é capaz de matar bactérias e vírus. O efeito mais forte contra patógenos ocorre em 265 nanómetros. As radição UV-C provocam danos consideráveis ao ADN dos microrganismos, o que acaba por levar à descontaminação de tais patógenos. Neste momento, considera-se que as lâmpadas de vapor de mercúrio são as fontes de radiação UV-C mais eficazes.
  • EUV: o UV extremo com um comprimento de onda entre 10 e 100 nanómetros é sobretudo utilizada na manufatura, por exemplo, na produção de chips.

O espectro electromagnético

VANTAGENS DA UTILIZAÇÃO DE RADIAÇÃO UV-C PARA DESINFEÇÃO

Radiação UV-C: amiga do ambiente e eficiente

Comparada com outros métodos de desinfeção, a radiação UV-C tem inúmeras vantagens:

  • A radiação UV-C não requer a utilização de químicos e compostos tóxicos..
  • Os patógenos não conseguem criar resistência à radiação UV-C.
  • A radiação pode tornar os patógenos inofensivos em apenas segundos.
  • A curta duração do tratamento não altera as propriedades de um produto.
  • A radiação UV-C não deixa resíduos nem provoca a descoloração das superfícies.
  • Não é produzido ozono na gama correspondente, acima de 240 nanómetros.

Por estas razões, a radiação UV-C é utilizada há décadas nalguns sectores, como na medicina ou na desinfeção de embalagens alimentares (embalagens de iogurte, por exemplo) como uma solução de desinfetante limpo.

Doutor e criança

DESINFETAR COM UV-C

Tecnologia UV-C: O nosso trunfo na luta contra a COVID-19

Até recentemente, a implementação de lâmpadas UV-C estava ainda muito limitada. Além das aplicações médicas, a radiação UV-C era sobretudo utilizada na indústria alimentar, assim como para a limpeza de piscinas, aquários e tratamento de águas residuais. Contudo, à medida que a COVID-19 se alastra, assiste-se a um grande aumento da necessidade de lâmpadas UV-C, incluindo em áreas onde as aplicações de UV-C tinham muito pouca expressão.

Tecnologia UV-C para a desinfeção de hospitais e outras utilizações

Encontra aqui alguns exemplos da utilização da radiação UV-C associados à pandemia.

Hospitais

Hospitais

A radiação UV-C consegue desativar as elevadas cargas virais do SAR-CoV-2 e torná-lo inofensivo.* A solução que utiliza tecnologia UV-C para rapidamente descontaminar equipamento médico em hospitais reduz, de forma significativa, o risco de infeção, por exemplo, através da contaminação cruzada.

Aviação

Aviação

Numa aeronave, o risco de infeção pelas pequenas partículas em suspensão no ar, conhecidas como aerossóis, é considerado particularmente alto. A desinfeção regular do ar reduz o risco de infeção.

Escritório

Escritório

Em muitos setores, o trabalho a partir de casa é apenas temporário. A radiação UV-C desempenha um papel importante num local de trabalho sem vírus. A par da desinfeção das superfícies, as lâmpadas de desinfeção do ar são essenciais para evitar a propagação do Coronavírus através do sistema de ar condicionado.

Espaços publicos

Espaços publicos

O risco de infeção é especialmente elevado onde há aglomerados de pessoas. Os corrimãos das escadas rolantes e as pegas dos carrinhos de compras são excelentes exemplos. Durante a pandemia do coronavírus, as lâmpadas UV-C podem e serão utilizadas sempre que necessário para evitar o contacto ou a propagação aérea da COVID-19.

* Demonstrado recentemente por um estudo promissor desenvolvido pelo PD Dr. Adalbert Krawczyk e a Dr.ª Christiane Heilingloh da Faculdade de Medicina da Universidade de Duisburg-Essen (Universität Duisburg-Essen – UDE) na Clínica de Infeciologia (Diretor Prof. Dr. Oliver Witzke) na Universidade do Centro Médico de Essen (Universitätsmedizin Essen).

LÂMPADAS UV-C DA LEDVANCE

MUITO MAIS DO QUE LUZ

T8 UV-C

Lâmpadas T8 UV-C

  • não produzem ozono durante a desinfeção,
  • são compatíveis com CCG e ECG,
  • podem ser instaladas num suporte standard G13,
  • duram até 20% mais do que os produtos compatíveis da concorrência (10 800 h/L70B50).

As lâmpadas T8 UV-C estão disponíveis em três comprimentos: 440 milímetros (15 watts/25 watts), 900 milímetros (30 watts/55 watts) e 1200 milímetros (36 watts/75 watts).

Régua Linear Housing UVC Sensor

A régua Linear Housing UVC Sensor possui

  • um kit de segurança com sensor IR: delay de 30 segundos no arranque, a lâmpada desliga assim que são detetadas pessoas
  • ECG de longa duração integrado – compatível com LEDVANCE UV-C T8
  • área abrangida até 150 m2 (consoante a altura da instalação)
  • revestimento anti-UV no suporte da lâmpada, parafusos e peças de plástico

A régua Linear Housing UVC Sensor está disponível em dois comprimentos: 440 milímetros (18 watts) e 900 milímetros (33 watts).

Porquê escolher LEDVANCE UV-C?

Um dos dois fabricantes globais de iluminação com escritórios em >50 países e centros de I&D em Boston, Shenzhen, e Garching/Munich

Líder da indústria em tecnologia de descarga de baixa pressão durante décadas, com várias dezenas de patentes principais (mais de 50 patentes) neste campo a nível global

Fabricante das lâmpadas T8 UV-C com uma trajetória comprovada - a fábrica da LEDVANCE em Smolensk/Rússia produz, em massa, lâmpadas UV-C desde 2012

 

Centro de pesquisa dedicado a “luz para a saúde e bem-estar humano”, que recebeu recentemente a certificação VDE para a nossa tecnologia BIOLUX®

Conduzir activamente novos requisitos de desinfecção sobre segurança e eficácia em normas e directrizes (por exemplo, membro de grupos de trabalho de desinfecção UV-C nas principais associações industriais1))

1) Global Lighting Association, Lighting Europe Association, ZVEI, IEC TC34 AG17 Standardization

UTILIZE AS LÂMPADAS UV-C DE FORMA CORRETA E CUMPRA AS INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA

Os dispositivos de desinfeção UV-C não devem ser utilizados diretamente sobre o corpo uma vez que podem causar danos à pele e aos olhos. Como tal, devem ser cumpridas algumas instruções de segurança durante a utilização:

  • As lâmpadas UV-C apenas podem ser direcionadas para a superfície a ser desinfetada. É fundamental evitar a radiação na pele e nos olhos.
  • Os utilizadores devem proteger-se contra a exposição ao UV-C. A utilização de radiação UV-C em divisões fechadas é, por isso, apenas recomendada quando não há pessoas na divisão.
  • A lâmpada UV-C deve ser desligada de imediato depois da desinfeção.

Adicionalmente, devem ser seguidas à risca as informações na embalagem e no manual de instruções que a acompanha a lâmpada.

Partilhar página nas Redes Sociais