O "fim" das lâmpadas de tungsténio refletoras de alta tensão

09.09.2016

Aplicação:  Iluminação geral
Tecnologia:  Lâmpadas de halogéneo refletoras de alta tensão,  Lâmpadas LED refletoras
Público-alvo:  Comércio,  Eletricista,  Instalador,  Arquiteto

Desde setembro de 2009, as fontes de luz de consumo energético relevantes têm desaparecido lentamente do mercado. Este ano é a vez das lâmpadas de tungsténio refletoras de alta tensão como representantes mais conhecidas. Já não é permitido colocar as mesmas em circulação na União Europeia desde o dia 1 de setembro de 2016, como parte do terceiro passo da diretiva (UE) 1194/2012.

Quem é afetado pela proibição?
A regulamentação afeta inicial e principalmente os produtores e comerciantes de lâmpadas, visto que a nova proibição de lâmpadas incandescentes se aplica exclusivamente à "colocação em circulação" inicial no mercado comum. Isto significa que as pessoas com as lâmpadas visadas em casa não precisam de as substituir imediatamente. No entanto, os níveis de disponibilidade para lâmpadas de halogéneo de tungsténio refletoras de alta tensão, assim como outros tipos de lâmpadas visadas, irá continuamente tornar-se inferior a partir de 1 de setembro de 2016. A regulamentação irá, então, tornar-se verdadeiramente aparente para os consumidores, o mais tardar, quando todos os stocks tiverem sido vendidos.

Como posso identificar as lâmpadas visadas?
As lâmpadas mais populares visadas na diretiva são as lâmpadas de tungsténio refletoras de alta tensão. Estas podem ser reconhecidas pelas seguintes características:

  • As lâmpadas refletoras emitem luz focada na direção frontal, ao contrário de, por ex., lâmpadas em forma de pera de distribuição omnidirecional.
  • A maioria das lâmpadas visadas possuem bases GU10, E27 ou E14.
  • As lâmpadas ou invólucros das lâmpadas são feitos de vidro.
  • As lâmpadas de halogéneo de tungsténio refletoras de alta tensão são utilizadas principalmente em sistemas de identificação, projetores e luminárias embutidas.
  • A luminária visada é operado sem um transformador.

Que alternativas se encontram disponíveis?
Como alternativa, podem ser utilizadas lâmpadas refletoras LED. Com um elemento luminoso completamente de vidro, tal como produzido pela LEDVANCE, estes parecem enganadoramente semelhantes às lâmpadas de halogéneo originais e, dessa forma, substitutas diretas ideais. Substituir as lâmpadas é também extremamente simples: retire a lâmpada de halogéneo convencional e encaixe a lâmpada LED económica - feito! Uma dica para aqueles que prestam atenção à sua carteira: As lâmpadas LED são mais caras no momento da compra do que os tipos de halogéneo comparáveis, mas recebe o retorno graças aos seus custos energéticos significativamente inferiores e, além disso, estas possuem uma vida útil nominal superior. Algumas informações só devem ser observadas quando combina lâmpadas LED com reguladores de intensidade.