Consumidor
Storytelling

A FICÇÃO CIENTÍFICA DA LUZ

COMO AS MODERNAS TECNOLOGIAS DE ILUMINAÇÃO MUDAM AS NOSSAS VIDAS

Parece uma cena de um filme de ficção científica: um mundo onde feixes de luz devolvem os batimentos cardíacos ao normal, onde os lasers criam hologramas realistas na forma de um telefonista, e onde a iluminação produz alimentos sem luz solar. Mas isto é de facto a vida real, apenas não como a conhecemos - ainda. Todas essas são invenções que estão a ser pesquisadas atualmente, devido ao facto de logo saírem dos domínios da fantasia e entrarem na vida quotidiana.

DE CORAÇÃO LEVE

Os cientistas planeiam introduzir um tratamento baseado na luz para pessoas que sofrem de arritmias potencialmente fatais - um batimento cardíaco irregular que pode causar a morte cardíaca em minutos. O tratamento de um paciente em paragem cardíaca com luz permitiria aos médicos restaurar o funcionamento normal do coração de forma segura e indolor. Os desfibriladores atuais fornecem pulsos dolorosos de eletricidade e podem danificar o tecido cardíaco.

O conceito é derivado da optogenética, que combina biologia molecular com estimulação da luz para manipular as mensagens que os neurónios enviam uns aos outros. Até agora, foram realizados com sucesso testes em animais e em modelos de computador de um coração humano. A técnica necessita de ser aperfeiçoada antes da utilização nas pessoas.

DE MENTE LEVE

Os médicos podem usar lasers para realizar operações delicadas ao cérebro. Os médicos já usam lasers para procedimentos como a queima de um tumor formado dentro do crânio. Agora os neurocirurgiões esperam que a luz laser possa ser usada para desencadear reações químicas no tecido cerebral, ajudando a controlar certos distúrbios mentais. Os lasers cerebrais também estão sendo testados para tratar epilepsia, com os cirurgiões orientando o laser a usar calor controlado para remover o ponto no cérebro onde se pensa que as convulsões se originam.

FIDELIDADE LEVE

Scientist in clean suit examining silicon wafer next to microscope in laboratory

A Li-Fi, uma tecnologia de comunicação baseada em luz, poderia se tornar a próxima Wi-Fi. Para começar, é 100 vezes mais rápido. E como a luz não pode atravessar paredes, a Li-Fi também é mais segura e resulta em menos interferência. A tecnologia faz uso de ondas de luz, ou tecnologia de comunicação de luz visível, em vez da tecnologia de rádio para comunicar dados.

O Professor Harald Haas da Universidade de Edimburgo inventou a Li-Fi em 2011, quando descobriu que ligar e desligar uma única luz LED em velocidades extremas poderia transmitir mais dados do que uma torre celular.

 

TELETRANSPORTE-ME

Os lasers podem ser usados para satisfazer as nossas necessidades energéticas futuras. A ideia é que os satélites movidos a energia solar serão colocados em posição orbital especial, onde irão reunir a energia da luz solar. A energia irá alimentar um grande laser que irá direcionar um feixe de volta à Terra, onde um recetor irá receber o feixe e depois convertê-lo em eletricidade. Um número suficiente destes satélites poderia dar resposta a uma grande quantidade das nossas necessidades energéticas.

IMAGEM PERFEITA

Lembra-se quando aquela imagem da Princesa Leia foi vista no filme original da Guerra das Estrelas de 1977? Imagine sentar-se em casa e aparecer uma imagem holográfica em 3D ao estilo da Guerra das Estrelas da sua amada quando lhe telefonam? Especialistas acreditam que estamos perto de introduzir hologramas reais, graças aos avanços do uso de lasers de plasma, permitindo que a luz seja vista sem ter de a ressaltar de uma superfície.

LEVE E SAUDÁVEL

Fique atento à sua saúde usando métodos de medição médica que podem ser integrados em relógios, smartphones ou braceletes de fitness. Os sensores ópticos permitem-lhe observar o seu ritmo cardíaco, pulsação e até mesmo a saturação de oxigénio do seu sangue quando está a correr, a fazer exercício ou a fazer a sua vida diária. Os produtos sensores, por exemplo Osram Opto Semicondutores, utilizam tecnologia de chip de alta eficiência para fornecer medições extremamente fiáveis.

CULTIVO

604421_Horticultural Lighting LED Fixture and Scientist

Os alimentos precisam de luz solar para crescer, certo? Não necessariamente. As quintas verticais são o mais recente desenvolvimento urbano, produzindo folhas mais verdes em menos espaço e com menos danos ambientais do que as quintas tradicionais, alimentadas por uma iluminação LED especial. Luminárias de horticultura, como os LEDs Oslon SSL 660 nm e SSL 450 nm da Osram, cultivam eficientemente produtos frescos durante todo o ano, evitando estragos na produção de alimentos causados por altos e baixos sazonais e padrões climáticos extremos, como secas e enchentes. As plantas convertem os comprimentos de onda específicos da iluminação em energia química, como parte do processo de fotossíntese.

UM MONITOR INTELIGENTE

A tecnologia de díodos orgânicos emissores de luz (OLED) está sendo cada vez mais utilizada em displays para smartphones. Os especialistas já estão falando de modelos de smartphones com telas dobráveis, ou mesmo aquelas que se dobram ao meio. A avançada tecnologia de display permite um display mais fino e cores mais brilhantes, que são menos drenantes na bateria do que os atuais displays do telefone.

Resumo de todas as histórias

Conhecer todas as histórias sobre iluminação

Partilhar página nas Redes Sociais